13 de janeiro de 2013

Classes de Incêndio

Para que exista o fogo é necessário alguns elementos que irão formar o Tetraedro do fogo que são:

 
- Calor;
- Combustível;
- Comburente;
- Reação em Cadeia.



Calor - Energia que eleva a temperatura de um material, gerada por um processo físico ou químico.
Combustível - Material que queima alimentando a combustão, propagando o fogo.
Comburente - Elemento que permite a combustão. Normalmente é o oxigênio.
Reação em Cadeia - Ocorre quando o fogo se auto-alimenta, mantendo o processo de combustão.

Possuímos alguns agentes extintores que são:

Pó Químico - Quebra a reação em cadeia, interrompendo o processo de combustão. Há várias composições de pós, divididas em tipo BC (líquidos inflamáveis e energia elétrica); ABC (múltiplo uso, polivalente, para fogo em sólidos, líquidos inflamáveis e eletricidade); e D(metais combustíveis).

Compostos Halogenados - Compostos químicos que provocam a quebra da reação em cadeia. Também agem por abafamento. Não danificam equipamentos eletrônicos sensíveis. São aplicáveis para as classes de fogo A,B e C.

Gás Carbônico (CO2) - Age por abafamento, e por resfriamento em ação secundária. É um gás sem cheiro, sem cor e não conduz eletricidade, sendo recomendado na extinção de fogo classes B e C. É asfixiante e por isso deve-se evitar o seu uso em ambientes pequenos.

Espuma Mecânica - Age primeiro por abafamento e de forma secundária por resfriamento. Quando a espuma é do tipo AFFF, o líquido drenado forma um filme aquoso na superfície do combustível, dificultando a reignição. É ideal para extinguir fogo classe B. Também é eficiente na extinção de fogo classe A.

Água - Age inicialmente por resfriamento. Sua ação por abafamento ocorre devido à sua capacidade de transformação em vapor, na razão de 1 litro de água para 1.500 litros de vapor. Específico para classe A. 

Classes de Incêndio:


Classe A: Incêndio envolvendo combustíveis sólidos comuns, como papel, madeira, pano, borracha.
É caracterizado pelas cinzas e brasas que deixam como resíduos e por queimar razão do seu volume, isto é, a queima se dá na superfície e profundidade.

Classe B: Incêndio envolvendo líquidos inflamáveis, graxas e gases combustíveis. É caracterizado por não deixar resíduos e queimar apenas na superfície exposta e não em profundidade.

Classe C: Incêndio envolvendo equipamentos energizados. É caracterizado pelo risco de vida que oferece.

Classe D: Incêndios envolvendo metais combustíveis pirofóricos (magnésio, selênio, antimônio, lítio, potássio, alumínio fragmentado, zinco, títânio, sódio, zircônio. É caracterizado pela queima em altas temperaturas e por reagir com agentes extintores comuns (principalmente os que contenham água).

Classe K: Fogos envolvendo materiais líquidos e sólidos como óleos e gorduras de substâncias comestíveis tendo como exemplo de ambiente as cozinhas industriais. Esta norma passou a vigorar em 1999 pela NFPA e ainda não é muito conhecida. É caracterizado pela queima em altas temperaturas e por reagir violentamente com água, podendo causar estragos maiores dependendo de sua magnitude.


" O Incêndio só acontece onde a Prevenção Falha, é nossa obrigação zelar e cuidar para que isso não aconteça pois um incêndio pode ter consequencias catastróficas."


  •  Facebook
  •  Twitter
  •  Google+
  •              Print Friendly Version of this pageImprimir Get a PDF version of this webpagePDF   

Um comentário:

  1. Ao Leito Ignacio,
    prezado amigo aqui no blog temos uma política de censura no que se refere a palavras de baixo calão, por isso vosso comentário foi excluído.
    Agradecemos pela visita e seja sempre bem vindo.

    ResponderExcluir

Seja Bem Vindo!

Seu comentário é sempre bem vindo! Basta respeitar. Comente, opine, se expresse! Esse espaço é para você!
Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o Formulário de Contato. Ao comentar você concorda com nosso Termos de Uso

Espero que tenha gostado do Blog SNC!, Volte Sempre!

* Não aceitamos propagandas de outros sites/blogs nos comentários sem a prévia autorização*