22 de março de 2013

Como Agir em Desastres - 4

5.INCÊNDIOS

A maioria dos incêndios pode ser evitado, Por pequenos descuidos e falta de atenção ocorrem acidentes.

Saiba como agir em caso de incêndios:

• Se notar indícios de incêndio (fumaça, cheiro de queimado, estalidos, etc.) aproxime-se a uma distância segura para ver o que está queimando e sua extensão;
• telefone para o Corpo de Bombeiros (193) e, se estiver em um prédio, de o alarme pelo meio disponível aos responsáveis pela administração;

• Se não souber combater o fogo, saia do local, fechando todas as portas e janelas atrás de si, mas sem trancá-las, pois outras pessoas poderão sair por elas;
• Desligue a eletricidade;
• Não perca tempo tentando salvar objetos, salve sua vida;

• Se estiver em um prédio, procure alcançar o térreo usando a escada e não o elevador;
• Procure ficar nas partes baixas do prédio enquanto for seguro;
• Para andar em meio à fumaça, procure abaixar-se para respirar um ar melhor. O lenço molhado, colocado no rosto, ajudará bastante a respiração. 
  



6.RAIOS

A freqüência de tempestades em um dado local depende de vários fatores, entre eles a topografia, a latitude, a proximidade de massas de água e a continentalidade.

Os raios podem ser perigosos. Quando estão caindo por perto, você está sujeito a ser atingido diretamente por eles. A chance de uma pessoa ser atingida por um raio é algo em torno de 1 para 1milhão. A maioria das mortes e ferimentos não acontecem devido a incidência direta de um raio. Na verdade, são efeitos indiretos associados à proximidade do raio ou por efeitos secundários.

Danos

A corrente do raio pode causar sérias queimaduras e outros danos ao coração, pulmões, sistema nervoso central e outras partes do corpo, através do aquecimento e uma variedade de reações eletroquímicas.

A extensão do dano depende da intensidade da corrente, das partes do corpo afetadas, das condições físicas da vítima e das condições específicas do incidente.


Cerca de 20 a 30% das vítimas de raios morrem, a maioria delas por parada cardíaca e respiratória, e cerca de 70% dos sobreviventes sofrem devido às sérias seqüelas psicológicas e orgânicas, por um longo tempo. As seqüelas mais comuns são diminuição ou perda de memória, diminuição da capacidade de concentração e distúrbio do sono.

No Brasil, estima-se que aproximadamente 100 pessoas morrem por ano atingidas pelos raios. 

                                                                                       
Para evitar riscos durante uma tempestade, siga as instruções:

• Durante as tempestades saia somente se for necessário;
• Não retire nem coloque roupa em varais de arame durante a tempestade;
• Mantenha-se afastado e não trabalhe em cercas, alambrados, linhas telefônicas ou elétricas e estruturas metálicas;
• Não opere tratores ou máquinas, especialmente para rebocar equipamentos metálicos;
• Se estiver viajando, permaneça no automóvel;
• Busque refúgio no interior de edifícios;
• Não permaneça dentro d’água durante tempestades;
• Permaneça longe de portas e janelas;
• Não utilize aparelhos eletrodomésticos, mantenha-os desligados e desconecte a antena externa do televisor;
• Use o telefone fixo somente em uma emergência;
• Certifique-se que a tempestade passou completamente antes de prosseguir seu caminho.

Fonte: http://www.defesacivil.es.gov.br


  •  Facebook
  •  Twitter
  •  Google+
  •              Print Friendly Version of this pageImprimir Get a PDF version of this webpagePDF   

0 comentários:

Postar um comentário

Seja Bem Vindo!

Seu comentário é sempre bem vindo! Basta respeitar. Comente, opine, se expresse! Esse espaço é para você!
Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o Formulário de Contato. Ao comentar você concorda com nosso Termos de Uso

Espero que tenha gostado do Blog SNC!, Volte Sempre!

* Não aceitamos propagandas de outros sites/blogs nos comentários sem a prévia autorização*