4 de agosto de 2014

Sinalização de segurança na Construção Civil


É de grande importância a sinalização de segurança para a construção civil, com ela podemos reduzir bastante o índice de acidentes conscientizando o trabalhador dos riscos que ele corre, dos epis que deve usar, dos locais permitidos ou não, do uso de objetos, entre outros. A Sinalização de Segurança deve ser lembrada a cada DDS que for realizado para que o trabalhador nunca ignore as mensagens que ela trás.

Qual é a importância da sinalização de segurança nos locais de trabalho?

A importância da sinalização de segurança nos locais de trabalho é, sem dúvida, uma das medidas mais importantes de prevenção dos riscos profissionais, uma vez que estimula e desenvolve a atenção do trabalhador para os riscos a que está exposto, e permite-lhe recordar as instruções e os procedimentos adequados em situações de risco.

O que é sinalização de segurança?

Entende-se por sinalização de segurança aquela sinalização que está relacionada com um objeto, uma atividade ou uma determinada situação, suscetíveis de provocar determinados perigos para o trabalhador.Esta sinalização fornece uma indicação relativa à segurança no trabalho, através de uma placa com forma e cor característica, de um sinal luminoso, de um sinal acústico, ou através da comunicação verbal ou gestual.

Qual é o objetivo da sinalização de segurança?

A sinalização tem por objetivo alertar sobre a existência de perigo que possa expor o trabalhador e/ou patrimônio (equipamentos e edifícios) ao risco de danos físicos. Por isso precisa ser posicionada onde possa ser visualizada sem a necessidade de iluminação e ser de fácil identificação e distinção.

Qual deve ser a prioridade de um projeto de sinalização de segurança?

A prioridade de um projeto de sinalização é a de transmitir para os trabalhadores, de forma resumida, clara e objetiva, as informações desejadas. Existe sinalização cuja função é orientar, indicar o caminho a ser percorrido pelo usuário ao seu destino. Trata-se, em suma, de uma sinalização orientadora, a exemplo da sinalização de um aeroporto, de uma rodoviária, etc. Outro tipo de sinalização tem a tarefa de alertar, em face de uma situação de risco. Poderíamos denominá-la de sinalização preventiva, pois permite ao trabalhador evitar a ocorrência de um possível acidente.
A sinalização bem planejada e executada é uma forma eficiente de prevenir acidentes no ambiente de trabalho.  O objetivo de uma sinalização é chamar a atenção e comunicar a existência de uma fonte de risco e de perigo. Para sinalizar com objetividade, eficácia e clareza, são utilizados recursos auxiliares de fundamental importância como pictogramas (sinal ou símbolo) e as cores.  Os pictogramas obedecem ao sistema internacional padronizado de pictogramas, aceitos no mundo inteiro, para comunicar perigos e ações sem o uso das palavras, facilitando a compreensão e memorização.

O que é uma sinalização ou cor de segurança?

Sinalização de segurança é uma sinalização que, relacionada com um objeto ou uma situação determinada, fornece uma indicação relativa à segurança por meio de uma cor ou de um sinal de segurança;
Cor de segurança é uma cor à qual é atribuído um significado determinado, relacionado com a segurança.

Quais requisitos devem ser considerados no desenvolvimento de um símbolo de segurança?
  •     Possuir contornos fortes para atrair a atenção;
  •     Ser simples e de fácil entendimento;
  •     Ser completo e não em parte;
  •     Não possuir duplo sentido;
  •     Ser simétrico, se possível.

Há riscos nos canteiros de obras da construção civil?

Apesar de existirem normas e estudos sobre a sinalização de segurança e sua aplicação, na verdade o que percebemos nos canteiros de obra é a ausência de elementos gráficos indicadores de perigo. Assim temos uma combinação perigosa entre a negligência e a falta de consciência, em um ambiente onde os níveis de risco e os índices de acidentes são elevados. Por exemplo, uma pratica errônea é o transporte de peso em excesso, o qual ao longo do tempo poderá causar problemas na coluna.  

Aqui vão alguns riscos do canteiro de obras da construção civil:

  • 01 - Fogo;
  • 02 - Andaimes sem segurança;
  • 03 - Plataformas de trabalho sem segurança;
  • 04 - Poços / beiradas abertas;
  • 05 - Equipamento elétrico e cabos sem segurança;
  • 06 - Escavações sem segurança;
  • 07 - Plataforma de carga sem segurança;
  • 08 - Atingidos por corpos estranhos;
  • 09 - Queda de objetos
  • 10 - Escoramento estrutural sem segurança;
  • 11 - Empilhadeiras ou equipamentos de guindar sobrecarregados;
  • 12 - Guindastes sem segurança;
  • 13 - Operação de elevação sem segurança;
  • 14 - Trabalho em altura sem segurança;
  • 15 - Uso de maquinas sem proteção;
  • 16 - Acessos inseguros.
                                    
Quais os tipos de sinalizações visuais utilizadas na construção civil?

  • Sinalização de perigo: para sinalizar unicamente perigos específicos.                                              
  • Sinalização de precaução: identifica possíveis perigos ou práticas inseguras.                        
  • Sinalização de instrução de segurança: informações sobre prática segura de ordem geral. Nos locais onde, temporária ou permanentemente, os pavimentos tenham, por exemplo, saliências (tubos, cavilhas, parafusos) ou depressões (aberturas nos pavimentos, lombas, sulcos) será necessário recorrer a este sinal, caso não sejam possíveis outras formas de apontar tais perigos.

Nos locais que, devido à sua funcionalidade, não podem comportar guarda-corpos ou barreiras devem ser sinalizados, nomeadamente os cais de carga e descarga, as rampas e os alçapões.
Sempre que exista risco de queda de materiais, deverá utilizar-se o sinal abaixo. No caso de gruas de funcionamento programado, não basta delimitar as zonas de operações. Nesses trabalhos, como não existe uma pessoa a comandar os movimentos, devem ser tomadas precauções impedindo o acesso a essas zonas. Deverá também ser utilizado noutros locais onde funcionam cadeias sem-fim de transporte de peças, nomeadamente na construção civil, matadouros e indústria automóvel.

Embora o símbolo do sinal abaixo represente um carro transportador com condutor, deverá aplicar-se a todos os veículos utilizados, com ou sem motor, sendo certo que os maiores riscos derivam dos motorizados. Será utilizado prioritariamente nos cruzamentos das vias onde estes carros se movimentam ou onde a visibilidade é reduzida. Recomenda-se também o uso em certas empresas que utilizam veículos sem condutor, embora possuindo dispositivos suplementares de segurança como paragem frente a obstáculos.
Deve-se usar cintos de segurança em atividades ou locais de trabalho como montagem de pré-fabricados, trabalhos em andaimes e em postes. 

Quais são os principais sinais de segurança?

  • Cor de segurança - cor à qual é atribuído um determinado significado.
  • Placa - o sinal que combina uma forma geométrica core e um símbolo ou pictograma, visando fornecer uma indicação cuja visibilidade deva ser garantida por iluminação adequada.
  • Placa adicional - placa utilizada em conjunto com outra placa e que fornece indicações complementares a esta.
  • Símbolo ou pictograma - a imagem que descreve uma situação ou impõe um determinado comportamento e que é utilizada numa placa ou superfície luminosa.
  • Sinal acústico - o sinal sonoro codificado, emitido e difundido por um dispositivo específico, sem recurso à voz, humana ou sintética.
  • Sinal de aviso - o sinal que adverte de um perigo ou de um risco.
  • Sinal gestual - o movimento, uma posição dos braços ou das mãos, ou qualquer combinação entre eles, que, através de uma forma codificada, oriente a realização de manobras que representem risco/ perigo para os trabalhadores.
  • Sinal de indicação - o sinal que fornece indicações não abrangidas por sinais de proibição, aviso, obrigação e de salvamento ou de socorro.
  • Sinal luminoso - o sinal emitido por um dispositivo composto por materiais transparentes ou translúcidos, iluminados a partir do interior ou pela retaguarda, de modo a transformá-lo numa superfície luminosa.
  • Sinal de obrigação - o sinal que impõe certo comportamento.
  • Sinal de proibição - o sinal que proíbe um comportamento.
  • Sinal de salvamento ou de socorro - o sinal que dá indicações sobre saídas de emergência ou meios de socorro ou salvamento.
  • Sinalização de segurança e de saúde - a sinalização relacionada com um objeto, uma atividade ou uma situação determinada, que fornece uma indicação ou uma prescrição relativa à segurança ou a saúde no trabalho, ou a ambas, por intermédio de uma placa, uma cor, um sinal luminoso ou acústico, uma comunicação verbal ou um sinal gestual.

Quais são os significados e aplicações das cores na sinalização?

Para se compreender o sinal de segurança rapidamente ou com um simples olhar e sem confusão possível, os sinais têm pictogramas e cores diferentes consoantes o seu significado.


Qual a legislação aplicável na utilização da sinalização de segurança?

A Norma Regulamentadora NR-26 - Sinalização de Segurança - tem por objetivo fixar as cores que devem ser usadas nos locais de trabalho para prevenção de acidentes, identificando os equipamentos de segurança, delimitando áreas, identificando as canalizações empregadas nas indústrias para a condução de líquidos e gases e advertindo contra riscos.
Outro instrumento legal que se refere ao assunto é o Decreto Lei nº 141, de 14 de Junho de 1995. Que estabelece Normas Técnicas de execução. Colocação e utilização da sinalização de segurança e saúde no trabalho.

Deixo aqui alguns Links para leitura:




  •  Facebook
  •  Twitter
  •  Google+
  •              Print Friendly Version of this pageImprimir Get a PDF version of this webpagePDF   

0 comentários:

Postar um comentário

Seja Bem Vindo!

Seu comentário é sempre bem vindo! Basta respeitar. Comente, opine, se expresse! Esse espaço é para você!
Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o Formulário de Contato. Ao comentar você concorda com nosso Termos de Uso

Espero que tenha gostado do Blog SNC!, Volte Sempre!

* Não aceitamos propagandas de outros sites/blogs nos comentários sem a prévia autorização*