15 de outubro de 2013

Limpeza consciente

Para você que gosta de ter a casa sempre limpa, perfumada e longe dos resíduos de gordura saiba
que os componentes químicos contidos nos produtos de limpeza podem trazer danos à sua saúde e ao meio ambiente.

As fórmulas para deixar sua roupa mais branca, seu banheiro mais limpo e seu quarto mais perfumado, podem esconder vilões químicos. Segundo a Química Shirley Charrua existem muitos componentes nos produtos de limpeza, “Os produtos de limpeza possuem várias categorias químicas, desde abrasivos, tenso ativos, antioxidantes, anti-ferrugem, depende da finalidade do produto”. Comenta

Os problemas de saúde relacionados ao uso de produtos de limpeza vão desde uma irritação na pele até problemas respiratórios e de fertilidade, De acordo com Shirley os produtos químicos que mais oferecem riscos à saúde são: “Formaldeído (formol): altamente tóxico, carcinogênico.

• Fenol: em contato com a pele causa queimaduras e descamação. Pode causar convulsões, colapso circulatório, coma e até a morte.
Amoníaco - Hidróxido de amônio: Usado sempre em solução, mas assim mesmo, é uma substância química muito volátil. É muito danosa aos olhos, trato respiratório e pele.

Alvejantes - Normalmente à base de:
• Hipocloritos: corrosivos, irritantes, causam queimaduras na pele e olhos e trato respiratório

• Soda Cáustica (hidróxido de sódio): cáustico queima a pele e olhos, se ingerido poderá destruir o esôfago e danificar o estômago.

Podem causar edema pulmonar, vômitos ou coma se ingerido.

Perigo adicional: Alvejantes contendo hipocloritos, se misturados com produtos contendo amônia, podem liberar cloramina gasosa, altamente tóxica.

Sabão para carpetes
A maioria das composições são destinadas a remover qualquer tipo de mancha, eles até cumprem a tarefa, mas não sem o uso de substâncias altamente tóxicas. Algumas incluem:

• Percloroetileno: carcinogênico, danifica o fígado, rins e sistema nervoso.

• Hidróxido de amônio: corrosivo, irritante para os olhos, pele e trato respiratório.

Desentupidores de ralos Muitos produtos contém:

• Hidróxido de potássio: cáustico queima a pele e olhos, se ingerido poderá destruir o esôfago e danificar o estômago.

• Ácido clorídrico: Corrosivo, irritante da pele e olhos, causa danos aos rins, fígado e trato digestivo.

• Tricloroetano: Irritante da pele e olhos, depressor do SNC, causa danos ao fígado e rins.
Removedores de mofo 

• Hipoclorito de sódio: corrosivo, irrita ou queima a pele e olhos, pode causar edema pulmonar.

• Formaldeído: altamente tóxico, carcinogênico, irritante dos olhos, pele e trato respiratório, pode causar náusea, cefaléias, sangramento nasal, tonturas, perda de memória e falta de ar.
Limpadores de forno
 
Normalmente são à base de:
• hidróxido de sódio, que é cáustico, forte irritante, causa queimaduras na pele e olhos, se ingerido causará danos terríveis ao trato digestivo.

Bactericidas
• Triclosan, a sua absorção pela pele pode estar ligada à danos ao fígado.
 
Produtos para limpeza de roupas Podem conter:
• Hipocloritos: corrosivos, irritantes, causam queimaduras na pele e olhos e trato respiratório.

• Alquil sulfonatos: são absorvidos pela pele, causam danos ao fígado.

• Tripolifosfato de sódio: Irritante da pele e mucosas causa vômitos, rapidamente absorvido pela pele se presente nas roupas.

Produtos para limpeza de vasos sanitários
Podem conter: hipocloritos.
• Ácido clorídrico: Corrosivo, irritante da pele e olhos, causa danos aos rins, fígado e trato digestivo.

• Hipocloritos: corrosivos, irritantes, causam queimaduras na pele, olhos e trato respiratório. Pode causar edema pulmonar, vômitos e coma se ingerido. “Os alvejantes se misturados a outros produtos podem liberar gás cloro que é altamente tóxico”. Explica.

A regulamentação dos produtos de limpeza é feita pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) que fiscaliza e exige que as empresas tenham um químico responsável pelas fórmulas.
A melhor dica é seguir as recomendações do fabricante em relação à quantidade e ao uso do produto, pois misturar produtos com fórmulas diferentes para potencializar o poder de limpeza nem sempre é uma escolha inteligente.
Não podemos esquecer que além de danos á saúde os produtos de limpeza também prejudicam o meio ambiente, portanto diminuir ou mesmo evitar o uso de alguns deles além de ser saudável é sustentável.

Shirley finaliza nossa entrevista comentando sobre as alternativas que o mercado oferece em relação aos produtos de limpeza. “Impossível deixar de usar esses produtos, assim devemos usá-los sempre na menor quantidade possível. Existem algumas linhas de produtos Ecologicamente Corretos, que para diminuir o impacto na natureza seriam as mais indicadas. Também podemos usar embalagens refis e produtos concentrados, o que diminui o consumo de material de embalagem e consumo de água, respectivamente”.

(Fonte: Viviane Oliveira - Redação Produtos Perigosos – 11/10/2013)
  •  Facebook
  •  Twitter
  •  Google+
  •              Print Friendly Version of this pageImprimir Get a PDF version of this webpagePDF   

0 comentários:

Postar um comentário

Seja Bem Vindo!

Seu comentário é sempre bem vindo! Basta respeitar. Comente, opine, se expresse! Esse espaço é para você!
Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o Formulário de Contato. Ao comentar você concorda com nosso Termos de Uso

Espero que tenha gostado do Blog SNC!, Volte Sempre!

* Não aceitamos propagandas de outros sites/blogs nos comentários sem a prévia autorização*